Contato

jklws@hotmail.com

OS JUVENTINOS VOLTARAM


Roteiro: Giovanni Porpetta.
Edição: Guizão Minchillo Conde, Bruno Casalotti e Fernando Toro.
Uma realização de Gato Negro Produções.


quarta-feira, 22 de abril de 2015

BALADA NO ROCHADALE


Caros Juventinos leitores deste blog,

Venho por meio desta encarecidamente pedir para que não se importem se o jogo será ou não transmitido por uma televisão e para que os torcedores COMPAREÇAM AO VIVO E A CORES ao Estádio Rochadale em Osasco.

Não existe motivo e nem desculpa esfarrapada pois agora começa o campeonato de verdade, acabou a brincadeira, acabou o Oba Oba das emissoras de TV, acabou a primeira fase e agora enfrentaremos apenas os mais cascudos da competição e o APOIO DA TORCIDA SERÁ FUNDAMENTAL para isso.

A distancia entre a Javari e o Estádio de Osasco dá no máximo 30 minutos de carro sendo que existem diversas opções de ônibus e trem para acessar o campo do Bradesco.

O time foi o líder, Lucas Pavone voltou, temos jogadores como Gil e Adiel, temos um goleiro em uma fase iluminada e falta apenas que a torcida compareça aos jogos fora da Javari.

VAAAAAMOOOOS JUVENTINOS
MOSTREM QUE NOSSA TORCIDA EXISTE FORA DAS REDES SOCIAIS
VAMOS LOTAR O ROCHADALE.
FORZA JUVE.

segunda-feira, 20 de abril de 2015

CHUPA SÃO JOSÉ E VOLTA PAVONE !

O Juventus com o time totalmente reserva empatou em 2x2 com o São José fora de casa, eliminou o time interiorano que semana passada QUEBROU TODO O VESTIÁRIO DA RUA JAVARI e já sabe qual será o grupo da próxima fase. Agora a coisa ficou séria.


O JOGO
A partida começo quentíssima no interior paulista e com o grande apoio da torcida que compareceu em peso ao lindíssimo estádio Martins Pereira, o São José foi para cima do Juve e logo no comecinho abriu o placar em um gol de escanteio aproveitando a falha de marcação do zagueiro Rodolfo.

O ambiente previa uma goleada, time reserva, time da casa precisando da vitória, apoio da torcida, mas em campo a coisa foi bem diferente e poucos minutos depois do gol da Águia o Juventus chegou ao empate em cobrança de penal com enorme categoria do bom volante Athaíde.

O time da casa tentava se impor na partida mas esbarrava em suas próprias limitações técnicas e somente chegou ao segundo gol porque Rodolfo em manhã pouco inspirada quis manter a média juventina de um penalti a cada dois jogos e inexplicavelmente meteu a mão na bola em um lance totalmente desnecessário. Na cobrança o goleirão Rafael foi muito bem na bola mas não conseguiu evitar o gol caseiro.

Tudo isso aconteceu antes dos vinte minutos de jogo, e após o segundo gol do time da casa a partida caiu em um tremendo marasmo e nada de emocionante aconteceu até que o zagueiro Cássio Sheidt resolveu dar uma cotovelada no centro avante do São José e foi expulso em jogo onde foi escalado apenas para provar que tem valor. Menos matérias compradas e mais futebol, menino.

O Treinador Rodrigo Santana mexeu no time para o segundo tempo e recompôs a defesa sacando Bruno Santiago e colocando Felipe Nunes, tirou também o invisível Bruno Agnelo para a entrada do igualmente invisível Ricardinho e com esse time o Juventus tentava o empate. O jogo era horrível até que ele, o predestinado, resolveu aprontar das suas e mostrar para a comissão técnica que tem muito valor, Renato Sorriso fez um forfé na defesa adversária  cortou dois marcadores, enganou outros dois com uma jogada de corpo, invadiu a área e tocou com categoria na saída do goleiro, empatando o jogo e transformando o Martins Pereira em um inferno para o time da casa.

LUCAS PAVONE VOLTOU
Após o jogo o diretor de futebol do Juventus abriu o jogo para os microfones da Web Rádio Mooca e contou que o lateral esquerdo Lucas Pavone está de volta ao Juventus. Junto com ele retorna também o zagueiro Diego Borges e mais um meio de campo que agora me foge o nome.



QUADRANGULAR FINAL
Na próxima fase, que vale o acesso, o Juventus vai enfrentar a Internacional de Limeira, o Votuporanguense e o Grêmio Osasco. Restam agora as definições das datas e horários.





domingo, 12 de abril de 2015

JUVENTUS 2X0 INTER DE LIMEIRA


O Juventus se recuperou da vexatória derrota no clássico de quarta feira e venceu a Internacional de Limeira, na Javari, garantindo assim matematicamente a liderança da primeira fase da A3, o que no fundo no fundo não vale vantagem quase nenhuma.

O primeiro tempo foi muito ruim mas desta vez não foi porque o Juventus estava dormindo mas sim porque a marcação da Inter era muito bem feita o que dificultava os ataques juventinos devido a falta de espaço no campo. Durante esta etapa do jogo, o jogador que mais tentava buscar jogo era Adiel que ligadão, criou as melhores chances de gol para o Moleque Travesso.

O Juva tentava mas quem chegou mais perto de abrir o placar foi o time visitante e novamente André Dias fez milagre e defendeu um chute fortíssimo do avante Limeirense salvando o Juve da derrota parcial.

O Juventus voltou melhor para a segunda etapa e com mais velocidade e com uma melhor marcação no meio de campo parou de dar espaços à Inter e começou a tomar conta do jogo e criar as melhores chances da partida.

O primeiro gol foi marcado por Adiel que aproveitou o bom cruzamento de Ferro e com categoria e um pouco de sorte cutucou a pelota para o fundo das redes. Após a marcação do primeiro gol a Inter se jogou para o ataque e deixou bastante espaço para o Juventus contra-atacar. 

O segundo tento grená foi marcado por Gil, impedido e com muita categoria, recebeu o passe e bateu no cantinho do goleiro (pelo menos foi isso que quem esteve na Javari viu pois quem esteva na Arena da Seguradora imaginou que Gil driblou o goleiro antes de marcar). 

O terceiro gol esteve bem perto de acontecer e seria novamente com Gil, que recebeu um cruzamento perfeito de Ferro e sozinho cabeceou para fora.

Ao fim da peleja a torcida juventina se uniu nas arquibancadas cobertas e festejou a boa campanha na primeira fase.

O Juventus foi a campo com:
André Dias, Rafael Ferro, Leo, Salinas e Orinho, Athaíde, Derli, Daniel Costa e Adiel, Nathan e Gil.

quarta-feira, 8 de abril de 2015

DURMAM EM VOSSAS CASAS E NÃO EM CAMPO

O Juventus fez uma partida muito abaixo da crítica na tarde desta quarta feira no clássico Juvenal e saiu de campo derrotado merecidamente por 2x0 em jogo que teve todos os ingredientes de um bom clássico. Os times criaram algumas chances, houve briga entre os jogadores e também entre as torcidas das cobertas, faltou apenas que o Juventus tivesse no banco de reservas um tecnico com TESÃO de ganhar o jogo e que os jogadores não estivessem DORMINDO em campo.

O primeiro tempo era um completo marasmo sem nenhuma chance de gol para nenhum dos dois times até que de repente aconteceu algo inédito neste campeonato PENALTI CONTRA O JUVENTUS, pelas minhas contas o sexto ou sétimo será que a comissão técnica não consegue corrigir este problema que acompanha o time desde a estreia? Apenas para não perder o costume adivinhem o que aconteceu? André Dias fez mais uma brilhante defesa e impediu que os ferroviários fossem para o intervalo com a vantagem no marcador. 
(mais tarde na hora que me der na telha posto o video da defesa do goleiro)

Antes do fim da primeira etapa aconteceu uma verdadeira treta entre os jogadores que eu não entendi nada so vi que alguem tomou um belissimo safanão nas oreia, mas nao sei quem foi, e após o tumulto cada time teve um jogador expulso de campo.

O segundo tempo começou muito melhor do que o primeiro com os times tentando o gol, principalmente o Nacional que ainda tem chances de classificação. O goleiro Juventino André Dias fez o que pode para impedir o gol do time da casa mas infelizmente ninguém joga sozinho.

O Juventus teve a chance de abrir o placar em uma boa jogada pelo lado esquerdo que terminou nos pés de Daniel Costa, livre, embaixo da trave e sem goleiro mas ele, em homenagem ao amigo Raikard, conseguiu sabe-se la como botar a bola pra fora.
(mais tarde na hora que me der na telha posto o video do lance raikiano de Daniel Costa)

O Nacional continuou martelando mas continuava esbarrando em André Dias e foi ai que o técnico juventino teve a brilhante ideia de sacar os dois atacantes, Gil e Nathan para colocar um meia, Rafael Branco e um volante, Welinton e o resultado não poderia ser outro, o time que ja vinha jogando mal recuou muito e o Nacional se aproveitou e marcou dois belos gols.
(mais tarde não vou postar os gols do Naça porque eu quero que eles se danem)

O que fica provado pra mim é o mesmo que eu já disse várias vezes, o Juventus tem um elenco muito mais qualificado que os demais, o time joga sozinho e todas as vezes que precisamos do técnico o resultado foi uma bobagem.

Quanto aos jogadores que estavam dormindo hoje como Gil, Adiel, Orinho e Nathan é bom que não se acomodem porque a Rede Globo pode estar satisfeita com o que o time produziu até aqui MAS A TORCIDA QUER O ACESSO e jogando esse futebolzinho vai ficar bem complicado.

A única coisa positiva do clássico é que o Naça pode ainda se classificar e quem sabe podemos enfrenta-los no quadrangular final e quem sabe até em uma final. 

Adios e até domingo.

terça-feira, 7 de abril de 2015

CLASSICO É CLASSICO E VICE VERSA



JUVENAL

Amanhã no imbecil horário das 15h será disputado o maior clássico do mundo, o clássico Juvenal.

Em decisão ridicula da FPF este jogo que certamente atrairia muita atenção se fosse jogado em um domingo ou um sábado e quem sabe até mesmo no no Estádio do Pacaembú, será jogado em uma quarta feira útil no horário das 15h. Ridiculo.

O Nacional precisa vencer para manter as esperanças de classificação para a segunda fase e o Juventus, tranquilo e calmo no torneio provavelmente irá escalar um time repleto de reservas pasra polpar os titulares. Ao menos eu acho que ele deveria fazer isso pois a liderança está praticamente garantida e a maratona de quarta e domingo acaba prejudicando jogadores com mais idade como Adiel e Gil.


JUVENTUS X INTER DE LIMEIRA - Comunicado oficial CAJU


O Clube Atlético Juventus comunica que os ingressos para a partida entre Juventus e Inter de Limeira, que acontece no próximo domingo (12/04), às 10h00, no Estádio Conde Rodolfo Crespi, serão vendidos antecipadamente na Secretaria do Clube Atlético Juventus, a partir desta terça-feira (07/04), das 08h00 às 20h00.
O valor do ingresso é de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia-entrada).
A Secretaria do Clube está situada à Rua Comendador Roberto Ugolini, n20, Mooca.






domingo, 5 de abril de 2015

EM RITMO DE TREINO

Flamengo 1x5 Juventus

Jogando um futebol infinitamente superior ao Flamengo de Guarulhos, e mesmo sem precisar se esforçar tanto, o Juventus passou o carro, o trator, o ônibus e tudo mais em cima do Corvo e consolidou-se de vez como o líder da competição. Com o empate entre Inter e Votuporanguense vai ser cada vez mais difícil que alguem consiga tirar o Moleque Travesso da ponta.

O Juva foi a campo com o time quase completo:
André Dias, Rafael Ferro, Rodolfo, Leo e Orinho, Felipe Nunes, Derli, Adiel (Welinton) e Daniel Costa, Nathan (Rafael Branco) e Gil (Renato Sorriso).

O primeiro gol grená foi marcado por Daniel Costa e eu não faço ideia de como foi o gol pois com jogos as 10 da madrugada fica difícil conseguir chegar a tempo. 

O Juventus era senhor do jogo e dominava o meio de campo com uma categoria e com um poder de marcação de dar gosto, Derli e Felipe Nunes eram dois carrapatos na cola dos atacantes adversários que nada conseguiam criar. Os meias de criação também se destacaram e principalmente Daniel Costa que marcou três gols e não vai pedir musica no fantástico e nem fazer matérias escrotas para o Tiago Laifert pois ele não tem a grife de Gil, graças a Deus.

O Segundo gol Juventino foi uma excelente trama entre Gil, Rafael Ferro e Daniel Costa que aproveitou cruzamento na área e de primeira marcou um golaço para o Juve.

Após o intervalo o esperado era que o Flamengo viesse com tudo para conseguir o empate mas foi o Juventus que logo aos dois minutos ampliou o marcador quando em mais uma boa jogada trabalhada pelas laterais a bola sobrou para Adiel que bateu com força e a bola explodiu na trave, no rebote o goleirão guarulhense, de nariz, meteu pro gol e acabou com as chances do Flamengo no jogo.

(Veja o gol de Adiel)

O Flamengo nem tentava esboçar reação mas mesmo assim foi presenteado com o penalti de número 6.897.675 cometido pelo Juventus na temporada. Na cobrança aconteceu o de sempre, nem vou escrever, veja com seus próprios olhos.

                                                   (Veja o penal perdido pelo Corvo)

O Juva ainda marcou o quarto gol com Daniel Costa que fintou o goleiro e tocou com categoria para o fundo do gol.
                                                     (Veja o gol de Daneil Costa)

O quinto gol, e a meu ver o mais bonito de todos, foi marcado por Rafael Branco que aproveitou o cruzamento rasteiro e bateu com enorme categoria no canto superior do goleiro do Flamengo que nada pode fazer.
                                                            (Veja o gol de Rafael Branco)

O time da casa ainda conseguiu o seu gol de honra em uma jogada bem trapalhona da defesa e de André Dias, que saiu errado na bola, deixou o gol desguarnecido e tomou um belo gol de cobertura.

O Juventus volta a campo na próxima quarta feira contra o Nacional no Estádio Nicolau Alayon na Barra Funda, este é um programa que vale a pena ser visto.

sexta-feira, 3 de abril de 2015

QUAL É O DESAFIO ?

O Juventus jogará neste domingo as 10 da madrugada no Estádio do Flamengo de Guarulhos, que certamente é um dos estádios que mais vezes fomos obrigados a ir desde que o Armandinho jogou o Juve na terceira divisão paulista.

Desta vez a história é diferente pois o Juventus esta tranquilo, sem a responsabilidade e sem a obrigação da vitória, o que é totalmente oposto ao atual momento do Flamengo (ex Corinthians B) que matematicamente ainda pode se classificar caso vença a equipe da Mooca ou pode despencar rumo ao rebaixamento caso perca a partida.

E o Juventus, qual é o desafia agora nas últimas rodadas?
Jogar com o time completo e arriscar perder alguem por contusão para a segunda fase ou escalar um time misto e dar ritmo de jogo aos reservas?

Eu honestamente acho que o Juventus deve aproveitar estes últimos jogos para fazer testes, e eu não falo em testes de jogadores mas sim testes com modificações táticas pois é passada a hora de o Juventus ter mais de um esquema tático para jogar. O time é previsível taticamente e jamais alterou sua forma de jogar desde o começo do torneio e creio que opções serão importantes na segunda fase.

Outra coisa que não entendo é a questão da falada vantagem de jogar em casa. Que vantagem é essa?
Até onde sabemos o regulamento é igual ao de 2012 onde os 8 classificados serão divididos em duas chaves de 4 times onde todos jogam contra todos em jogos, então eu não sei ao certo qual a vantagem de terminar em primeiro colocado.


MATÉRIA SOBRE O JUVENTUS NA GAZETA ESPORTIVA
(este sim um mega portal confiável, que não se vende e que não é sustentado com propinas de empresários que querem divulgar seus jogadores)

"Outro lado da moeda" - Juventus da Mooca é símbolo de resistência

quinta-feira, 2 de abril de 2015

PROGRAMA ATRÁS DO GOL DA WEB RÁDIO MOOCA


O único programa que fala 100% sobre o Juventus.

Nesta edição, que foi gravada na Javari logo após o termino de Juventus 2x0 Santacruzense, entrevistamos o artilheiro Nathan, o meia Adiel e o treinador Rodrigo Santana.

domingo, 29 de março de 2015

CONVENCEU E CLASSIFICOU

Juventus 2x0 Santacruzense



O Juventus fez um excelente primeiro tempo na manhã de domingo na Rua Javari e sacramentou matematicamente sua classificação para a próxima fase do Campeonato Paulista da A3 (paulistinha é o cacete). Diferentemente do que ocorreu na quarta feira contra a Francana, quando o time foi desorganizado, apático e acomodado, o Juva entrou com toda vontade de garantir a classificação e impôs um bom ritmo à partida.

As melhores jogadas de ataque eram puxadas sempre por Nathan, destaque do jogo ao lado de Felipe Nunes e do goleiro Rafael, e também por Daniel Costa que voltou a apresentar um bom futebol como a tempos ele não apresentava. O Juventus teve os desfalques de André Dias e de Orinho que suspensos deram lugar a Rafael e Charles e assim o time foi a campo com: Rafael, Ferro, Leo, Salinas e Charles, Felipe Nunes, Derli, Daniel Costa e Adiel, Nathan e Gil.

A saída de Orinho da equipe titular fez bem ao time pois Charles tem caracteristicas mais defensivas o que evitou aquela buraqueira no lado esquerdo da zaga e ajudou o meio de campo a se organizar melhor, afinal de contas ninguém precisava cobrir as costas de ninguém e todos ficaram livres para atuar em suas posições e desempenhar um bom futebol.

O Juventus abriu o marcador com um golaço de Daniel que após tabelar com Gil mandou um petardo de fora da área no cantinho do goleiro (figuraça) Braz que nada pode fazer. O gol deu ainda mais tranquilidade ao Moleque Travesso pois acabou de vez com a retranca do time de Santa Cruz do Rio Pardo e deu mais espaço aos lampejos ofensivos do Juve. O time ainda chegou mais algumas vezes em jogadas de linha de fundo e em alguns escanteios mas o primeiro tempo terminou apenas com o 1x0.

Para o segundo tempo o time voltou com uma alteração pois o zagueiro Rodolfo entrou na vaga do machucado Leo, que vinha jogando muita bola. Rodolfo não comprometeu e a zaga e a marcação juventinas continuavam soberanas no gramado sem dar nenhuma chance ao time adversário.

O segundo tento grená foi marcado por Nathan que aproveitou excelente cruzamento rasteiro para rolar a bola para o fundo do gol e fechar o placar na Rua Javari, Após o segundo gol o time nitidamente "tirou o pé" e a diversão única da torcida foi atazanar a vida do goleiro Braz, que com muito bom humor e impressionado com a festa da torcida grená, (digo da torcida de verdade e não daquela meia duzia COMPRADA com dinheiro de recolhimento de entulho), entrou na brincadeira e interagiu por diversas vezes com os torcedores que ao final do jogo foram presenteados com a camisa do figuraça do goleiro da Santacruzense.
( Assista a este momento curioso no video de Sergio Quintela no link: 
https://www.facebook.com/video.php?v=820507991337352 )

O Juventus conseguiu sua classificação de maneira bem tranquila no campeonato e agora tem que tomar uma importante decisão para os próximos quatro jogos da primeira fase, jogar com o time completo para que o time não se acomode ou então escalar reservas ou mesclar o time para dar oportunidade de os demais jogadores pegarem ritmo de jogo?

O Blog do Juva voltou!

FOTOS DE OTÁVIO LIBERDADE





sábado, 28 de março de 2015

EUFORIA DEMAIS É FODA! NÃO SE CONTAMINE, JUVA.

O Juventus entra em campo amanhã as 10h para enfrentar a Santa Cruzense na Rua Javari e luta contra o adversário, que não é la grandes coisas, e contra esta imensa bolha de otimismo exagerado que toma conta de nosso estádio.

Como já diria o velho ditado, são as pequenas pedras que atrapalham o caminho para a vitoria e eu espero de coração que o Juventus (elenco) não se deixe contaminar por esse clima de otimismo desmedido e que principalmente os demais jogadores não comecem a torcer o nariz para todo esse holofote que o centro avante Gil vem recebendo por fazer 4 gols em um time semi amador como a Francana.

A vitoria virá apenas se o time entrar em campo com raça e vontade pois em termos táticos o Juva é um time desorganizado e será um perigo para nosso futuro no campeonato se o time esquecer de correr e achar que vencerá de qualquer forma e a qualquer custo.

Raça Juventus
Esqueça esse MI MI MI todo criado pela grande mídia e jogue apenas pelo acesso e não para aparecer em uma mequetrefe rede de televisão.

JUVENTUS X SANTA CRUZENSE
Rua Javari - Mooca - 10h

quinta-feira, 26 de março de 2015

O JUVENTUS É MAIOR QUE TODOS!

Nem sei por que motivo resolvi reabrir este blog depois de tanto tempo mas é realmente estranho ver o que tem acontecido na Javari neste campeonato de 2015. O estádio esta tomado por uma onda de otimismo como a séculos não se via pelos lados da Mooca, o time lidera a competição e vem empolgando os torcedores jogo após jogo, coisa que convenhamos também não é nada comum de se ver por aqui.

Parece que todos, time, comissão técnica, torcida e mídia caminham em uma mesma direção e eu, um simples e gordo mortal, caminho solitário para um outro lado. Neste lado para o qual eu caminho eu não consigo sentir felicidade e euforia por ver o meu time vencer a Francana, pobre Feiticeira, que nem jogadores para colocar em campo tem, um time destruído cuja vitória jamais deveria ser comemorada da maneira como esta sendo.

Até mesmo ele, Gil, tem sido usado como motivo para comemorar.
Me desculpem o azedume mas NENHUM JOGADOR É MAIOR QUE A CAMISA DO JUVENTUS então por favor parem de falar por ai que o Gil fez quatro gols na Javari pois na verdade foi O JUVENTUS QUE VENCEU O JOGO POR 4 X 0 e não o Gil.

Nada contra o nosso centro avante, muito pelo contrário mas o Gil um dia vai embora e quem fica pra sempre é a velha camisa avinhada e a amargura de sua sofrida torcida.

Para quem ainda não viu, segue os gols do JUVENTUS na partida de ontem.


segunda-feira, 21 de abril de 2014

90 ANOS DE TRAVESSURAS

PARABÉNS MOLEQUE TRAVESSO E QUE VENHAM MAIS 90.

Devido a total falta de inspiração para escrever algo que preste no aniversário do Juventus vamos relembrar algumas das maiores travessuras destes 90 anos.



Rua Javari from Poeira Filmes on Vimeo.






















quarta-feira, 16 de abril de 2014

PAPO COM FERREIRÃO

Sensacional entrevista de Marcelo Santos com Luis Carlos Ferreira que abriu o coração e falou muitas verdades sobre essa sua passagem no Juventus e inclusive assumiu os seus erros na montagem do time.
Vale a pena escutar mais esta excelente trabalho da Web Rádio Mooca.

domingo, 13 de abril de 2014

ACABOU

E acabou-se o Paulista da A3 e o Juventus se despediu com mais uma partida de merda e conseguiu a proeza de não vencer o poderoso Cotia. 

Não sei o que foi pior no jogo de hoje, ver o time ter que correr atrás de um empate contra um timeco como o Cotia, ver Fernandinho vestir a 10 juventina (inacreditável) ou ver um bando de imbecil que senta na coberta aplaudir o time ao final do jogo. Que aplaudam as senhoras suas mães fazendo strep tease porque a colocação do Juventus no torneio foi uma vergonha e deveria ter sido saudada com vaias ao final do jogo.

O treinador Luis Carlos Ferreira, que eu me lembre, nunca teve que escutar tanto da torcida e passou o jogo inteiro sendo cobrado por escalar coisas medonhas como Moises, Moris, Fernandinho, Ariel, Bife, Bisteca, Linguiça e demais tranqueiras que sempre jogavam enquanto que o queridinho da torcida, Dudu Mineiro, não tinha nenhuma chance. Até mesmo o tal de Osny jogou em Guarulhos, mas o Dudu não. RIDICULO.

OS JUVENTINOS VOLTARAM
Nem tudo foi decepção na manhã de hoje na Javari pois após o ridiculo jogo um evento agitou o Bar do Cebola, o lançamento oficial do Livro "OS JUVENTINOS VOLTARAM" foi uma verdadeira festa com tudo que a torcida merece, cerveja, alegria e a presença do único jogador deste elenco que parece ter entendido o que essa torcida quer ver em campo. Parabéns ao Fernando Toro e ao Giovanni Porpetta pelo lançamento do livro que apenas enriquecerá a história do nosso querido Juventus.

Então é isso, um beijo pro meu pai, um beijo pra minha mãe, um beijo pra Xuxa Meneguel e que venha a Copa Paulista e a classificação para a Copa do Brasil.



quinta-feira, 10 de abril de 2014

A todos vocês que assistiram ao filme "Os Juventinos Voltaram" antes de ele ser banido do youtube (afinal de contas tudo que vai contra o futebol moderno é caçado e exterminado pelas mídias). Quem assistiu percebeu que o filme a todo momento se dizia "baseado na obra de Giovanni Porpetta" e então eis a Obra, o melhor livro de todos os tempos...


domingo, 6 de abril de 2014

SOOOOOOOOOOOOOOOOOOONO

Guaçuano 1x3 Juventus


O Juventus venceu o aguado Mogi Guaçu, que nem de longe lembra aquele time que dava medo em 2012, e escapou definitivamente da quarta divisão.

Não vou comentar nada sobre o jogo porque, embora no estádio, não prestei atenção em um segundo sequer deste jogo que estava sendo jogado em um rítmo entediante e com as duas equipes apresentando um futebol medonho. 

A torcida pode e deve comemorar esse não rebaixamento mas os jogadores não, isso é ridículo e chegar na última rodada sem ao menos 1% de chances é uma vergonha que nenhum juventino merece.

Que o facão coma solto após  A3. 

quarta-feira, 2 de abril de 2014

ARREGOU

Essa é a vontade, a garra e a determinação que um time que precisava desesperadamente da vitória tem a oferecer para a sua torcida? A ruindade é até admitida mas a falta de culhão não.

O JUVENTUS FOI A CAMPO ESCALADO COM:
  • 1 xícara (chá) de açúcar
  • 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
  • 1 xícara (chá) de leite
  • 1 colher (sopa) de fermento em pó
  • 8 colheres (sopa) de margarina
  • 11 bananas cortadas em fatias
  • açúcar e canela para polvilhar

RESUMO DO JOGO:
  1. Misture bem o açúcar, a farinha, a margarina, o leite e o fermento
  2. Coloque a massa numa forma untada e polvilhada com farinha de trigo
  3. Por cima, distribua as bananas cortadas
  4. Finalize polvilhando bastante açúcar com canela
  5. Leve para assar em forno médio
  6. Agora basta reunir a família e deglutir este delicioso bolo de BANANAS

VINGANÇA

Hoje é dia de vingança na Rua Javari.

O Juventus enfrenta hoje as 15h na Rua Javari o time da Inter de Limeira que além de ser um adversário direto pela vaga no G8 é comandada por Claudemir Peixoto, que em minha opinião é o grande responsável de o Juva estar novamente disputando a A3 paulista.

Claudemir chegou ao Juventus no início de 2013, mandou toda a base de jogadores de 2012 embora e contratou jogadores de qualidade lamentável como Getúlio, Fabio Gomes, Luciano e tantos outros. Não satisfeito com a pífia montagem do elenco e da ridícula preparação física do time (que não aguentava andar em campo) Claudemir também será lembrado por ter chegado ao Juventus em um dia e no dia seguinte declarar em entrevista a um jornal de Santa Barbara que ele estava no Juventus mas assim que recebesse uma proposta do time da Barbarense ele voltaria correndo para treinar os interioranos e despertou assim o ódio da torcida. O resultado disso tudo foi que Claudemir rebaixou o Juventus para a A3, foi demitido, assumiu a Barbarense e conseguiu a proeza de também ser rebaixado por lá.

Hoje é dia de vencer e de consequentemente deixar a Inter de Limeira praticamente eliminada (os dois próximos jogos da Inter são bastante complicados). Será que teremos uma repetição do que ocorreu com Karmino Colombine em 2012 ? 

Vai pra cima Juventus.

segunda-feira, 31 de março de 2014

RESULTADOS DA RODADA DEIXAM TUDO EM ABERTO

Com todos os jogos da última rodada tendo terminado os juventinos podem ficar satisfeitos caso o objetivo continue sendo o G8 pois com os placares que aconteceram o Juva ficou a 4 pontos da zona de classificação.

O mesmo otimismo não é compartilhado por aqueles que acham que o time luta apenas para não cair para a quarta divisão pois estamos agora a apenas 2 pontinhos da zona do limbo.

Importante lembrar que em 2012, ano em que o Juventus conseguiu o acesso para a A2 o time também patinou muito na primeira fase e obteve a classificação com 28 pontos, mesmo número que podemos chegar agora caso o time vença as 03 próximas batalhas. Não podemos esquecer que em 2012 o Juva se classificou com 28 pontos porém beliscou a sétima vaga, tendo um time que passou em oitavo com campanha um pouco pior.

Trocando em miúdos isso significa que o Juventus pode matematicamente alcançar até mesmo a Matonense que hoje tem 26 pontos e ocupa a quinta posição, mas isso depende de o time de Matão não vencer mais nenhuma de suas 03 partidas. As outras equipes que ainda estão no G8 são Inter de Limeira (adversário direto da próxima quarta feira) e Independente de Limeira ambos com 24 pontos e por último temos o Votuporanguense que soma 23. 

Fazendo uma conta bem tosca e SEM ANALISAR OS CONFRONTOS DIRETOS que ainda podem ocorrer o Juventus precisa vencer seus 03 jogos e torcer para que Independente e Inter não somem mais de 3 pontos e que o Votuporanguense não some mais do que 4 pontos.

Algo me diz que caso conquistemos a vaga quem ficará de fora será a Inter pois venceremos eles na quarta feira e eles terão que não perder nenhum dos próximos 02 jogos que disputarão, o que convenhamos é tarefa impossível para um time que é dirigido pelo Claudemir Peixolas.

Quanto ao rebaixamento .... esse fazemos as contas caso o Juventus tropece na quarta feira.

FORZA JUVE
SANGUE, SUOR E LÁGRIMAS.

sábado, 29 de março de 2014

DERROTA NO SHOWBOL

So tenho uma frase a dizer sobre o ridiculo jogo de hoje, em um rídiculo estádio feito para jogar "gol a gol" ou até mesmo um três dentro e três fora, ÓDIO ETERNO AO FUTEBOL MODERNO.

Ridiculo ver o Juventus jogar em um campo sintético, ridiculo saber que tem adoradores do futebol moderno que defendem esse tipo de gramado para a Javari.

Quanto ao jogo não tenho nenhuma análise a fazer pois nada entendo de Futebol 7 society.

Agora é vencer os 03 próximos jogos, fazer contas e ver no que é que vai dar.

FORZA JUVE

quarta-feira, 26 de março de 2014

RENATO DECIDE PELA MILÉSIMA VEZ E MANDA O REBAIXAMENTO PARA A PQP


Video do canal oficial do Juventus - www.juventus.com.br

Juventus 1x0 São Carlos

O Juventus venceu o São Carlos em uma partida emocionante e com atuações excelentes do goleiro André Dias, que fez pelo menos 04 defesas salvadoras, e com um gol salvador do predestinado Renato Sorriso que decidiu mais uma vez e mantem o Juventus na briga.

O jogo foi bom, disputado e com muitas chances de gols criadas mas o problema é que as mais perigosas, e bota perigosas nisso, foram criadas pelo time do interior que aproveitou-se do nervosismo juventino para dominar o meio de campo e fuzilar o gol de André Dias, que com defesas milagrosas saiu de campo como o melhor do jogo e com o respeito e a confiança da torcida.

Ferreirão foi ousado e supriu a ausencia de Élvis escalando um time com 03 atancantes mas infelizmente a ofensividade escalada no papel não se refletiu em campo. O Juventus jogou com André Dias, Alan, Maurício Carvalho, Cícero e Lucas Pavone, Marcelo Santos, Derli e Moris, Ariel, Renato e Dudu Mineiro.

O  meio de campo juventino não funcionava e o time não conseguia chegar ao ataque e antes mesmo dos 20 minutos de jogo Ferreirão percebeu as falhas do time e realizou a sua primeira mudança tirando Ariel e colocando Nathan. A mudança até melhorou um pouco a criação juventina mas não impediu que o São Carlos mandasse no jogo e criasse chances absurdas de gol, graças a Deus o centro avante deles nunca foi muito chegado em marcar gols e protagonizou uma sequencia incrível de chances perdidas. Vai jogar basquete , Rodrigão.

O primeiro tempo terminou e para quem achava que o Juva viria diferente e com outra postura no segundo tempo assustou-se ao ver o São Czrlos marcando forte a saída de bola e encurralando o Juventus em seu campo de defesa. O time abusava dos lançamentos diretos e errava muitos passes.

Assim correu o jogo, com o São Carlos pressionando e com André Dias praticando milagres atrás de milagres até que no finalzinho do jogo, quando todos ja se davam satisfeitos pelo Juventus não sair de campo derrotao, Renato Sorriso aproveitou bom cruzamrnto na área e de cabeça garantiu os 03 pontos e a possibilidade de a torcida continuar sonhando.

Agora é partir para cima do Agua Santa, que com todo respeito que merece não tem camisa para enfrentar o embalado Moleque Travesso. VAMOS ATROPELAR CAZZO.

FOTO DE OTÁVIO LIBERDADE

FOTO DE OTÁVIO LIBERDADE

domingo, 23 de março de 2014

DE GRENÁ E DE VIRADA

Juventus 3x1 Sertãozinho

Vídeo do Canal Oficial do Juventus - www.juventus.com.br

O Juventus venceu de virada na Mooca e levou a torcida a loucura na Javari. A loucura não foi devido a fuga da zona do rebaixamento ou pela vitória em sí mas sim porque o time foi pela primeira vez no ano o Juventus que todos sentíamos falta, aguerrido, raçudo, ousado e jogando com o grená, aleluia.

O Juventus foi a campo com:
André Dias, Lucas Cezane, Mauricio Carvalho, Leo e Lucas Pavone, Marcelo Santos, Derli, Moris e Elvis, Renato Sorriso e Ariel.

O jogo desde o apito inicial foi amplamente dominado pelo Juventus que se fez superior em campo e criava excelentes oportunidades de abrir o placar mas a bola teimava em não entrar. Na primeira escapada do Sertãozinho o goleiro juventino bateu roupa e no rebote os visitantes tocaram certo pânico na Javari.

Mesmo tomando o gol o Juventus não se abateu e continuou senhor do jogo com uma dupla de zaga impecável e que merece a titularidade (afinal de contas se o goleiro FH foi suspenso e não voltou  o mesmo tem que ser aplicado a Cícero e Emerson)  e com Derli dominando o meio de campo com a raça que lhe é peculiar o time continuou criando e desperdiçando chances. O empate veio mas como de praxe na Javari a arbitragem não se contenta se não anular um golzinho dos grenás, lance complicado mas que poderia muito bem ter sido validado pelo raparigo do apito.

O meia Élvis pela primeira vez desde o seu retorno tinha compania para jogar e então postou-se mais atrás do que de costume e era o responsável por fazer a transição da defesa para o ataque com bastante qualidade e fazendo com que Lucas Pavone fosse constantemente acionado na partida. O time criava mas a pontaria não ajudava.

O segundo tempo começou com Nathan na vaga de Ariel e o time teve uma melhora gigantesca em campo pois Nathan caía pela ponta direita e deixava a marcação dos visitantes completamente perdida. Depois de perder mais algumas chances o empate veio em lance confuso onde a bola sobrou de presente nos pés de Nathan que com categoria apenas deslocou o goleiro e saiu para o abraço.

Antes do empate o centro avante Dudu Mineiro já estava em campo e isso fez com que o time jogasse com as peças em suas devidas posições, com Renato Sorriso jogando pelos lados e não como homem de área e foi por ai que veio a virada com um golaaaaaço do predestinado que driblou dois adversários, bateu cruzado, no cantinho, indefensável e fez explodir novamente a Javari.

Antes do final do jogo veio o prêmio para aquele que todos querem ver jogando, menos o Ferreira, grande bola lançada para Dudu Mineiro que sentiu a movimentação do goleiro e sem nem olhar para o gol apenas tocou com enorme categoria, por cobertura, encobrindo e humilhando o arqueiro chorão e cuspido. Êxtase, festa e aquele velho e esquecido sentimento de orgulho em ver o seu time honrar a bandeira.
 
Alias a torcida do Juventus que esteve presente a Javari foi perfeita, fazendo festa e incentivando o time do primeiro ao último minuto e mesmo quando o resultado não era favorável a galera apoiou, gritou e incentivou, e é isso que essa torcida tem que fazer...festejar e apoiar...pois ja tem debil mental demais torcendo contra apenas para satisfazer suas frustações pessoais. 
A torcida do Juventus jamais será usada politicamente, seu mané.

Restam 05 jogos, 02 vitórias para escapar matematicamente da morte e 04 para comemorar a mais heróica das classificações.

FORZA JUVE 
VAMO QUE PODEMO. 

Foto de Ale Vianna - www.juventusmooca.blogspot.com

sexta-feira, 21 de março de 2014

DOMINGO VALE A VIDA

O Juventus fará um jogo decisivo em diversos aspectos no próximo domingo as 10h na Rua Javari quando enfrenta o Sertãozinho de José Carlos Serrão. O time da Mooca tem diversas opções no campeonato e todas dependem do que será feito dentro de campo pois o time pode tanto ser rebaixado como pode conseguir a sua classificação.

Segundo as contas do grande matemático tibetano Mr. Milamb Iusbago o Juventus se classifica caso vença 05 dos 06 jogos restantes, tarefa que parece impossível para um time que venceu apenas duas durante toooodo o torneio. Ainda segundo as contas de Milamb o time escapa do rebaixamento se vencer 03 dos 06 jogos, o que é uma possibilidade possível visto que o Juva ainda disputa 04 partidas na Javari.

Cabe aos jogadores decidirem o que eles querem para o curriculo deles, participar de uma heróica classificação ou participar da maior vergonha dos 90 anos do Juventus e rebaixar esse time de tanta história e tradição. Sim, chegamos a uma etapa que não depende mais da diretoria pois esta ja fez todas as cagadas que poderia ter feito e agora a bomba está na mão deste time que acabou de ser montado.

Entrem em campo carregando nossa honra, nossa história e principalmente a nossa possibilidade de continuar existindo. Partam para cima, tentem o drible, chamem a responsabilidade, chutem ao gol, parem de apenas tocar a bola para quem estiver mais próximo e ousem, façam fintas, dribles objetivos, joguem futebol, sejam moleques em campo, sejam travessos, sejam vitóriosos e vamos juntos rumo ao que for possível conquistar. Fazer o máximo é pouco, façam o impossível e entrem para a história como o time que conquistou a classificação mais impossível de todas.


AGUANTE CAZZO

JUVENTUS X SERTÃOZINHO ( UM POUCO DE HISTÓRIA)
Por Sérgio Agarelli.

O confronto entre Juventus e Sertãozinho não está no meu rol de clássicos do Juventus. Clássico grená é só um: com a Ferrinha. O resto é Fake.
Enfrentaram-se somente 4 vezes, sendo 3 na Rua Javari e 1 em Sertãozinho, muito embora o time grená do Interior já ter conquistado seu (primeiro ?) título de Segunda Divisão em 1971 (atual A3) frente ao Rio Claro, em nosso sagrado Templo. Lembro-me que o jogo foi em data próxima à nossa consquista do Paulistinha, lembro-me da Javari lotada, mas do jogo em si, nada. Só lembro das torcedoras do Rio Claro. Inesquecíveis
No primeiro embate entre os grenás, pela A1 – 2007, o Juventus venceu por 1 a 0, gol de Nunes, no Templo. A única vitória Juventina !
No ano seguinte, também pela A1, o Sertãozinho venceu, em sua casa, por 3 a 0.
Em 2009, na A2,  deu-se o confronto mais dramático de todos: o Juventus encontrava-se em situação periclitante, até pior do que agora, pois tinha somente 8 pontos ganhos;  tinha pela frente 7 jogos, sendo 4 em casa e 3 fora.
Enfrentaria na Javari,  equipes medianas como  Cataduvense, Taquaritinga, Sertãozinho e União Barbarense e,  fora de casa seus adversários estavam todos no G8, portanto sabia-se que sua única chance era vencer os 4 jogos em casa.
O time lutou bravamente sob o comando de Ferreira, um meia uruguaio muito bom,  porém venceu 3 jogos por placar de 2 a 1 e acabou perdendo justamente o jogo contra o Sertãozinho, que por coincidência com o momento atual, era comandado por José Carlos Serrão.
José Carlos Serrão, figura respeitada no meio futebolístico, nunca deu sorte com e para o Juventus. Grande meia direita que substituiu Gerson, no São Paulo, percorreu diversos times e passou rápida e discretamente como jogador no final da década de 70. Posteriormente, dirigiu a equipe na Copa Paulista de 2009, quando não passou na primeira fase e retornou na infeliz campanha de 2013 quando não venceu nenhum jogo, assim como seu oponente de domingo, Luiz Carlos Ferreira. 
José Carlos Serrão também participou do rebaixamento do Juventus em 2008, quando dirigindo o Rio Preto, venceu uma partida improvável numa chuvosa tarde de março,  a qual   tornou-se famosa pela citação de Vampeta em seu livro, atribuindo-o como seu último jogo na carreira, entre outras peripécias naquele dia.
A última partida entre Juventus e Sertãozinho foi na A3-2012, em jogo empatado por 1 a 1, gol de Tony Maraial para os grenás. Essa partida ficou marcada pela infeliz atuação do árbitro que, mesmo machucado durante grande parte do segundo tempo, não pediu  substituição pelo quarto árbitro e, em lances capitais,  prejudicou o espetáculo e, especialmente, o  Juventus. As más línguas dão conta que a recusa se deu simplesmente por não querer dividir o cachê de árbitro principal com o substituto.
Bem, escrevi tudo isso para relembrar que não há mal que dure para sempre, pois como um grande supersticioso, acredito que 7 anos sem  vence-los já seja suficiente para quebrarmos a maldição do Touro.
Forza Juve !!!




quarta-feira, 19 de março de 2014

TEIMOSIA IMPEDE JUVENTUS DE DEIXAR O Z4

Não vou perder meu tempo falando sobre um jogo que eu não assisti mas pelo que eu escutei pela rádio de Tupã o Ferreira novamente insistiu na teimosia de não colocar um atacante para jogar.

Alguem contou pra ele que o meia Fernandinho é atacante e ele acreditou.
Alguém falou pra ele que o segundo atacante Renato é centro avante e ele também acreditou
Alguém disse pra ele que era melhor colocar o Bife do que o Derli e ele também acreditou...

Enquanto Ferreira acredita em Coelinho da Páscoa o artilheiro Dudu Mineiro passa férias no banco de reservas e nós assistimos a  Cadus, Bifes, Marcelos Santos, Cíceros e etc jogando os 90 minutos.

Ta certinho viu Ferreirão, atacante ta fora de moda, o negócio é botar mais uns 3 zagueiros e comemorar mais um empate.

Faltam 6 jogos dos quais 04 são na Javari e matematicamente até mesmo a classificação é possível mas infelizmente parece que o Juventus não esta muito afim de sair da zona da degola pois preferiu fazer cera,  fingir cãibras e deixar o tempo passar. Esse comportamento é humilhação suficiente para uma torcida que implora apenas e tão somente para poder ver um centro avante em campo.

Ganhar domingo é mais do que obrigação.
Tem que ser na base do sangue, suor e lágrimas.
E chega de viadagens em campo, vistam grená e honrem essa camisa de 90 anos de história que vocês tem que agradecer a Deus por ter a oportunidade de vestir.

Queremos Raça, Queremos vitórias QUEREMOS CONTINUAR EXISTINDO, queremos homens em campo e não um bando de refugos que comemoram um empate frente ao "poderoso" Tupã.

TEM QUE HONRAR ESSA CAMISA PORRA

domingo, 16 de março de 2014

SORRIAM VOCÊS ESTÃO QUASE NA QUARTA DIVISÃO


Tudo bem que o Juventus foi amplamente prejudicado pela arbitragem (de novo) e concordo que o Novorizontino é sem dúvidas o melhor time que eu vi jogar nessa A3 mas a atuação da equipe em Novo Horizonte foi digna de um time que luta com unhas e dentes para cair para a quarta divisão e acabar de vez com o futebol juventino.

Enquanto a torcida chora ALGUNS jogadores sorriem, que alegria.

Cheguei ao estádio por volta dos 25 minutos do primeiro tempo e juro de pés juntos QUE NÃO ASSISTI NENHUM CHUTE A GOL DO JUVENTUS, nenhunzinho, nem um torto, na lua...nada.

PELO AMOR DE DEUS DEIXEM O DUDU MINEIRO JOGAR, GORDURA CORPORAL É A PUTA QUE O PARIU - O MESMO PARA MAURICIO CARVALHO E DERLI QUE NÃO PODEM SER RESERVAS DE UM TIME TÃO RUIM COMO ESSE.

Façam o favor de continuar a jogar todos os jogos com a camisa branca, vocês não estão fazendo por onde merecer usar o manto grená, isso é para poucos.

quarta-feira, 12 de março de 2014

NO LIXO

Juventus 2x2 Taubaté

O Juva jogou o campeonato na lata do lixo ao empatar mais uma vez em casa e agora vai brigar apenas para não ser rebaixado.

O time jogou muito mas muuuuito mal e escapou de levar uma sova apenas porque Fernando Henrique em tarde muito feliz fez ao menos 7 grandes defesas e evitou a goleada.

De resto, não há mais o que ser dito e resta apenas lamentar o que vem acontecendo com o Juventus.

PELO AMOR DE DEUS PAREM DE JOGAR DE BRANCO NA RUA JAVARI.

VÍDEO DO SITE OFICIAL DO CLUBE
)

terça-feira, 11 de março de 2014

NOVIDADES CONTRA O BURRO

Segundo informou o site oficial do clube ( http://www.juventus.com.br/2014/03/juventus-enfrenta-taubate-pensando-apenas-em-vitoria/ ) o Juventus terá mais duas novidades para o jogo contra o Taubaté.

Os novos jogadores são o lateral direito Alan e o volante César Santiago, que jogou no Juventus no acesso em 2012.

Para quem não se lembra o César Santiago foi o protagonista de um lance a meu ver histórico na Javari e que deveria ser usado por todos os treinadores do mundo para ensinar seus jogadores onde devem enfiar esse maldito fair play inventado pelos lunáticos adoradores do futebol moderno. O lance em questão foi no jogo Juventus 4x3 Taboão da Serra e no lance do gol de empate em 3x3 Santiago recebeu a bola,  simplesmente ignorou o zagueiro desmaiado na grande área e lançou para Pavone fazer o perfeito cruzamento para o gol de Fernando.

É assim que se joga futebol, o resto é viadagem da tchurminha do Thiago Laifert.

FORZA JUVE

Quem não se lembra do lance ele ocorre aos 2:10 do vídeo abaixo:
)

sábado, 8 de março de 2014

FERNANDO HENRIQUE SALVA O JUVENTUS E É O HEROI DA RODADA

América 1x1 Juventus

http://globotv.globo.com/tv-tem-interior-sp/tem-esporte/v/integra-do-tem-esporte-rio-preto-10032014/3202340/

Link com os gols e com a defesa sensacional de Fernando Henrique. Aos 5:30 do vídeo.

Depois de uma semana cheia para treinamento e ajustes do time, depois de perder para o São Caetano em amistoso, depois da chegada de Élvis, da saída de Romarinho e das dúvidas sobre Dudu Mineiro eis que o Juventus empatou mais uma na A3.

O resultado não foi de todo ruim pois além de somar mais um ponto fora de casa o Juventus também se mantem fora da zona da degola e vai com tranquilidade para cima do Taubaté, adversário que tem sido generoso com o Juva nas últimas partidas disputadas pois o time da Mooca tem se dado bem na grande maioria delas.

O treinador Luis Carlos Ferreira, ainda invicto, levou a campo a seguinte escalação:
Fernando Henrique, Diego Bife, Emerson, Cícero e Lucas Pavone, Derli, Cleberson, Élvis e Fernandinho, Eduardo e Renato Sorriso

O Juventus abriu o placar aos 35 da primeira etapa em penal cobrado pelo zagueiro Emerson mas levou o empate logo aos 36 minutos. O jogo foi movimentado e as duas equipes poderiam ter saído com a vitória mas a melhor chance do jogo foi do América que teve uma penalidade a seu favor aos 35 do segundo tempo mas Fernando Henrique, que voltou a defender o gol juventino após longo inverno, fez grande defesa e sagrou-se o herói da tarde.

O que podemos tirar de bom desse jogo, além de um pontinho valioso, é que Élvis voltou e jogou bem, Fernando Henrique voltou e garantiu o empate e o desaparecido Dudu Mineiro também reapareceu e caso volte de vez pode ser o diferencial que este time do Ferreira esteja precisando para tirar o cabaço na próxima quarta feira e faturar a primeira vitória em casa no campeonato.

PS...Sabe o Osny? parece que foi pra puta que o pari e já se apresentou ao Agua Santa, UFA ainda bem.

quarta-feira, 5 de março de 2014

ÉLVIS CHEGOU MAS ROMARINHO SAIU


O Juventus sofreu mais uma baixa para a continuidade do Paulista da A3 e desta vez quem "rodou" foi Romarinho, atleta criado no Juventus e que é um dos únicos que pode render algum lucro futuro pois o Juventus é o Clube Formador. Mesmo assim parece que o Juventus prefere jogar seus "ativos" fora do que se beneficiar deles.

Todos sabem de minha admiração pelo futebol de Romarinho que a meu ver além de voluntarioso e esforçado tem uma grande qualidade na bola parada. Prova disso foi o cruzamento perfeito feito em Guarulhos para o gol do Cleberson. Sei que Romarinho não é nenhuma unanimidade no Juva mas eu honestamente fico chateado em ver alguém que joga com alegria e que adora vestir a camisa do Juventus sair pela porta dos fundos da Rua Javari.

Boa Sorte Romarinho.

FONTE: http://uniaosaojoao.com/noticias

CONFIRMADO ELVIS VOLTOU

Cena do filme "Os Juventinos Voltaram"
Conforme o Blog do Juva vinha comentando desde a volta do Ferreirão o meia Élvis vestirá novamente a camisa do Juventus na disputa da série A3.

Matéria do Site do Sto. André:

O jogador conseguiu sua liberação junto ao Santo André e já iniciará os trabalhos na Mooca visando a sua estreia. Élvis vinha atuando normalmente pelo time do ABC e caso sua documentação fique pronta ele poderá inclusive estrear neste sábado em São José do Rio Preto.  

terça-feira, 4 de março de 2014

MAESTRO

Atenção Juventinos,

Élvis pode aparecer como contratado do Juventus a qualquer minuto.

Restam alguns poucos detalhes que ele tem que resolver com o Santo André mas entre o meia e o Juventus já está tudo acertado.

Vamos torcer para que o Santo André não dificulte o negócio.

sábado, 1 de março de 2014

BOM FUTEBOL MAS PÉSSIMO RESULTADO


Juventus e Flamengo fizeram até que um bom jogo de futebol na manhã deste sábado em Guarulhos, as duas equipes marcavam muito mal o que propiciou a criação de dezenas de lances de ataque para cada equipe.

O Juve entrou em campo com Rafael, Diego Bife, Cicero, Emerson e Lucas Pavone, Cléberson, Derli, Moises e Romarinho, Fernandinho e Renato Sorriso.

De maneira geral o Juventus se portou bem em campo e mostrou uma enorme evolução se comparado com aquele amontoado de amebas que estavam jogando nas primeiras rodadas, o time tocava bem a bola e segurava bem o time do Flamengo até abrir o placar após cruzamento perfeito de Romarinho e cabeçada com estilo do estreante Cléberson. 

O Juventus mantinha o controle do jogo até que as 20 minutos levou um gol de falta e ai começou o desespero, os jogadores se desarrumaram em campo, ficaram nervosos, perdidos e ai começou o show do goleiro juventino, Rafael, que fez 04 defesas espetaculares além de contar com a sorte em lance que explodiu no travessão. O Juventus que nessa altura do jogo era totalmente dominado pelo Flamengo conseguiu escapar em 03 contra ataques e criou boas jogadas. No primeiro o meia Fernandinho bateu colocado de fora da área e tirou tinta do poste adversário, na segunda o lateral Lucas Pavone cruzou com perfeição para o gol de Renato Sorriso, anulado pela arbitragem por impedimento MAMA MIA, e no terceiro e último lance do primeiro tempo o estreante zagueiro Emerson cobrou uma falta com enorme categoria mas a pelota teimou em bater na trave e correr por cima da risca antes de se perder pela linha de fundo.

Para o segundo tempo o treinador Ferreirão não foi bem e resolveu colocar em campo o atacante Osni na vaga de Fernandinho e com isso acabou-se o ímpeto ofensivo do Juventus que começou a encontrar espaço para jogar mas apenas pelo lado direito do ataque e ai o time esbarrou na limitação técnica do também estreante Diego Bife, que nada conseguiu criar.

Percebendo a mancada Ferreirão sacou Romarinho e Renato Sorriso para as entradas de Rafael Branco e Moris o que não surtiu nenhum efeito visto que o ataque não tinha movimentação com o paradão Osni, e Rafael Branco e Diego Bife se atrapalhavam sozinhos nas construções das jogadas.

Fim de jogo, empate justo e méritos para o goleiro Rafael, o melhor jogador em campo e que por suas defesas no primeiro tempo garantiu o empate e a soma de mais um mísero pontinho para o time da Mooca.
Merecem destaque também o Lucas Pavone, que não perdeu nenhuma dividida e saia jogando com qualidade sempre que rouba as bolas e para a dupla de volantes Derli e Cleberson que foram muito bem no jogo. 

A situação na tabela continua complicada mesmo porque o Juve vai jogar a próxima rodada longe de casa e a vitória é cada vez mais bem vinda para afastar o Moleque da zona da degola.

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

TA FICANDO ESTRANHO ISSO

A debandada no Juventus não para.
Agora é Mauricio Santos quem está de saída e provavelmente jogará a A2 pela Itapirense.

Tomara que venha alguém com condições de substituí-lo porque segundo os torcedores que assistiram ao jogo de ontem, nem Marcelo Santos e nem Lucas Louzã, que são os jogadores que atuam na função de Maurício, tem condições de vestir a camisa titular juventina.

Vamos aguardar e tentar entender que diabos está acontecendo na Rua Javari.

Em tempo: Apesar de boatos sobre a saída de Dudu Mineiro, nada foi confirmado ainda e o jogador tem treinado normalmente na Javari e não foi a campo ontem pois pegou dois jogos de gancho pela cotovelada que ele deu em Limeira. Nada confirmado, mas do jeito que a coisa anda é bom ficarmos atentos.

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

FRANCAMENTE EIM

JUVENTUS 1X1 FRANCANA.

NUM SEI

NUM FUI

NUM VI







domingo, 23 de fevereiro de 2014

SÓ DEU JUVA


Noroeste 0x3 Juventus

O Juventus passeou no gramado de Baurú, venceu, convenceu e deixou a Zona de Rebaixamento.

Após a chegada de alguns reforços, e a dispensa de alguns jogadores o Juventus foi a campo com:
Rafel, Marcelo Santos, Cícero, Maurício Carvalho e Pavone, Derli, Lucas Louzã, Mauricio Santos e Moises, Renato Sorriso e Eduardo

De acordo com a própria imprensa de Bauru o Juva dominou o jogo todo e somente não goleou porque a pontaria estava desregulada para os lados do time da Mooca.

O primeiro gol foi marcado por Renato Sorriso, o segundo por Eduardo que estreou muito bem com a camisa juventina, e o terceiro pelo Rafael Branco. Os demais estreantes também foram bem elogiados pelos jornalistas principalmente o meia Moises.

O Juventus teve 03 desfalques sérios para o jogo:
Dudu Mineiro que ninguém sabe, ninguém viu. 
O meia Romarinho que sentiu no treino de sexta feira também ficou de fora.  
E o goleiro Fernando Henrique que foi sacado para aprimorar a parte física, dizem que o goleiro precisa perder 2 quilos para voltar a defender a meta juventina.

O Juventus volta a campo na próxima quarta feira no maledeto horário das 15h quando enfrenta a Francana na Rua Javari. 




sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

CHEGADAS E SAÍDAS

Segundo informa o blog do jornalista Fernando Galuppo http://fernandogaluppo.wordpress.com/ o Juventus tem algumas novidades no elenco que vai tentar escapar do rebaixamento e quem sabe tentar a milagrosa classificação para a segunda fase do Campeonato Paulista.

Confira a relação dos atletas:

Osny – 37 anos – atacante
Nome completo: Osny Almeida Pereira
Clube anterior: Internacional de Bebedouro

Marcelo Santos – 27 anos – lateral-direito
Nome completo: Marcelo dos Santos
Clube anterior: Santo André

Moisés – 23 anos – meia
Nome completo: Moisés Mendes Biancardi
Clube anterior: Rio Claro

Adriano – 26 anos – atacante
Nome completo: Adriano de Oliveira Santos
Clube anterior: Noroeste

Lucas Louzã – 23 anos – volante
Nome Completo: Lucas Rodrigo Louzã
Clube anterior: Monte Azul

FONTE:
http://fernandogaluppo.wordpress.com
Por outro lado parece que uma nova lista de dispensa está prontinha para ser colocada em prática e que fariam parte dela os jogadores: Netinho, Ricardinho, Jonatas, Wilian, Fernando Rossi e Fernandinho. 
Esta informação sobre os dispensados chegou aqui ao blog no final da tarde de hoje mas eu não consegui ainda confirmar estes nomes e me parece muito estranha a saída de jogadores que foram titulares e/ou que participaram do jogo de quarta feira na Javari. 


quinta-feira, 20 de fevereiro de 2014

QUE ROUBO

Juventus 3x3 Rio Preto

O Juventus melhorou, fez gols, mas a arbitragem não permitiu que o time da Mooca conquistasse a sua primeira vitória dentro da Rua Javari.

O Juventus foi um time totalmente diferente do que o que vinha se apresentando nas últimas rodadas, tanto na escalação como principalmente na atitude em campo.
O treinador Ferreirão levou a campo a seguinte escalação:
Fernando Henrique, Maurício Santos, Cícero, Maurício Carvalho e Lucas Pavone, Netinho, Derli, Fernando Rossi e Romarinho, Renato Sorriso e Dudu Mineiro.

O Rio Preto abriu o marcador em um gol de escanteio logo aos 7 minutos mas o Juventus reagiu rápido e conseguiu o empate aos 9 com Dudu Mineiro, que junto com Lucas Pavone foram os grandes nomes da equipe.

Uma coisa é fato, o Rio Preto foi o melhor time que o Juventus enfrentou até aqui mas o que acabou decidindo o placar final foi a arbitragem que dentre outras coisinhas anulou mais um gol legal de Dudu Mineiro em lance onde não aconteceu absolutamente nada mas o vendidão marcou falta de Maurício Carvalho no lance. A falha foi grave e o placar que deveria marcar 2x1 em favor do Juventus marcava nessa altura da peleja 1x2 para o Rio Preto, gol anotado no comecinho da segunda etapa.

O Juventus mudou e entraram em campo Fernandinho e Rafael Branco e o gol de empate foi feito justamente por Fernandinho que só teve o trabalho de empurrar para as redes após jogada espetacular de Lucas Pavone, que foi o VERDADEIRO FODA NA JOGADA, e não aquele que batia no peito e xingava a sua própria torcida.

Já nos minutos finais, mais precisamente aos 42, Dudu Mineiro marcou o terceiro e encheu os corações juventinos de esperança pela vitória. O que não se esperava era que o Juizão daria mais uma mãozinha para os visitantes pois em jogada que foi toda roubada, primeiro porque Cícero tomou um chute na cara e o juiz nada marcou, e segundo porque na sequência do lance o homi di preto marcou uma falta inexistente na linha de fundo e assim originou-se o frustrante empate aos 48 minutos de jogo.

Resultado justo pelo futebol apresentado pelas equipes mas injusto pela roubalheira da arbitragem.

Agora é enfrentar o triangular da morte (Noroeste, Francana e Guarulhos) marcar 9 pontos e voltar a brigar pela classificação.

FOTOS DE OTÁVIO LIBERDADE





quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

ENTREVISTA COM FERREIRÃO

Para quem não teve a oportunidade de escutar a entrevista do Ferreirão para a Web Rádio Mooca pode escutar tudinho o que o nosso treinador contou.

A entrevista foi conduzida por Marcelo Santos e Raony Pacheco para o Programa Jogo a Jogo.


terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

FERREIRÃO PASSOU A FOICE

O treinador Luís Carlos Ferreira chegou chegando ao Juventus e em seu primeiro dia na Javari passou a foice e fez uma limpa no elenco juventino.

A lista de dispensa de hoje foi:
Celsinho, Castori, Jonathan, Sassá, Danilo, Yuri e Raikard

Será que vem mais por ai?

Informações ainda não confirmadas dizem que o juventus contratou um jogador chamado Osny e que Élvis esta conversando e pode acertar a qualquer momento, será? 

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

AGORA VAI

O site oficial do Juventus acaba de confirmar o retorno de Luis Carlos Ferreira para o comando do Moleque Travesso.

Ainda existem esperanças....

E que a profecia de Matão se concretize pois ao ser demitido da Matonense Ferreira declarou:
"So sei que eu vou subir um time esse ano"

FORZA FERREIRA

domingo, 16 de fevereiro de 2014

DIARREIA JUVENTINA

Juventus 1x3 Santacruzense

Não tenho nem ânimo para falar sobre a porcaria de jogo que os jogadores do Juventus fizeram hoje na Javari, o time foi um amontoado de amebas com preguiça de jogar e com MEDO de assumir a responsabilidade em campo.

Um meio de campo que beira ao lamentável com 4 jogadores que não conseguem fazer nenhuma jogada, os dois volantes são uma piada, principalmente o camisa 8 Ricardinho que meeeeeeeeu Deus com é grosso. Alem dele temos que aguentar (até quando?) as peripercias de Fernandinho que pode desistir da carreira também, se matricular no Intituto Universal Brasileiro e fazer um curso de torneiro mecânico para ver se ainda da tempo de se salvar.

Mas o ponto alto do meio de campo chama-se Jonathan, carinhosamente apelidado nas arquibancadas como Batoré que tem uma preguiiiiiça funhahenta alem de não conseguir finalizar a gol e nem mesmo acertar passes de 3 centímetros, saaaaai capeta.

A verdade é que ninguém merece destaque positivo e talvez Fernando Henrique tenha sido o menos pior em campo, mas de fato foi uma manhã negra para todos, até mesmo Renato Sorriso fez sua pior partida com a camisa do Juventus.

O inferno está instalado na Rua Javari e é bom esse time vencer na quarta feira.

PS....gostaria de avisar ao senhor Sassá que é muito pouco fazer um gol (depois de ter perdido outros 3 completamente sozinho) e que o senhor não é ninguém para vir comemorar gol de honra na grade, batendo no peito e respondendo para a torcida que pegava no seu pé. Ta insatisfeito? Volta pro campeonato da Bahia e vai comemorar gol de honra na casa do caralho.

O técnico (hahahahahaahahah) desculpem o correto é: O pau mandado Serginho pediu as contas depois do jogo pois assumiu que não é capaz de tirar o Juventus dessa situação....
VAI COM DEUS E QUE SEJA PRA SEMPRE E PARA BEM LONGE...
Leva junto esses amebas que você trouxe como o Jonathans, o Yuri, o Sassá e todos os demais lixos que vieram junto com você, Serginho e se quiser aproveitar pode levar o Fernandinho junto porque esse ai ja deu no saco também.

A paciência acabou.

Segue excelente trabalho da Web Rádio Mooca pós jogo com o pedido de demissão ao vivo de Serginho e com o Geová abrindo o jogo e explicando de onde vieram essas amebas todas que estão vestindo a camisa juventina em campo.
É no mínimo esclarecedor, embora todos nós já soubessemos que são os empresarios que mandam em tudo na Javari....