Contato

jklws@hotmail.com

2013年6月23日星期日

ESPAÇO ABERTO


AMIGOS JUVENTINOS

Não podemos esconder a verdade: seis meses de gestão no Conselho Deliberativo do Clube Juventus, temos nos defrontado com uma enorme resistência para levar ao conhecimento do sócio e da família Juventina a transparência da verdade e da realidade, sempre nos deparando com a vaidade e com disputas políticas desviando o foco para ideais impossíveis, esquecendo-se da perigosa realidade que o Clube vem enfrentando e que pode nos levar a uma situação insustentável. 

As comissões eleitas pelos Conselheiros dedicando-se em cumprir suas obrigações estatutárias e sempre colidindo com GRUPELHOS formados por pessoas que se dizem juventinos, mas interesseiros, buscando vantagens, e com Diretores que tentam impedir que as comissões realizem suas atribuições. 

Não conseguimos até hoje avaliar o balanço financeiro de 2.012 do Clube, pois se instalou uma confusão na reunião envolvendo Conselheiros, confusão esta que se suspeita ter sido proposital para evitar o julgamento das contas da Diretoria, levando o Presidente da Mesa a suspender os trabalhos. 

Por outro lado, a comissão do Estatuto Social, executou um trabalho durante meses, elaborando um Projeto de Novo Estatuto que traria modernidade, uma administração mais profissional, maior transparência, maior democratização com ampliação da possiblidade de participação dos conselheiros e dos associados nos destinos do Clube e possibilitar que maior número de conselheiros pudesse participar das eleições para cargos diretivos evitando a costumeira repetição de candidatos; esse estatuto foi elaborado exclusivamente com enfoque técnico, sem qualquer conotação política ou de agrado a quaisquer das alas que compõem o Conselho, Comissão essa que convocou sócios e conselheiros para participarem, receberam e acataram sugestões, colocaram exemplares do projeto do estatuto à disposição de quem tinha interesse de obter na sala do Conselho e também estava exposto no site do Clube, Projeto esse que foi aprovado pela maioria dos presentes em reunião plenária devidamente convocada e realizada no dia 10 de junho, apenas com a ressalva de um Conselheiro e um voto contra de outro Conselheiro. 

Na Assembléia Geral dos Sócios, realizada no dia 20 de junho, quando deveria o projeto ser ratificado pelo voto dos sócios, nova confusão se instalou, a princípio encabeçada pelo Presidente da Diretoria Executiva e depois fomentada pelos GRUPELHOS, levando o Presidente da mesa novamente a suspender os trabalhos, embora após a contagem feita, o Estatuto tinha sido aprovado por 71 a 65 votos. Vejam os Srs. se na reunião do Conselho a maioria aprovou, muitos dos que lá aprovaram, na Assembléia de sócios reprovaram. Ouvi de pessoas que votaram contra porque não leram direito a proposta de estatuto, outros porque alguém pediu para votar contra, além de outras respostas estaparfudias. 

Essas atitudes demonstram claramente que as decisões de muitos são tomadas não objetivando o melhor para o Clube, mas interesses políticos pessoais ou de grupos, demonstrando explicitamente a falta de respeito pelo trabalho dos componentes da comissão, dos demais membros do Conselho, de todos os outros que colaboraram para a realização do Estatuto, que levaria o JUVENTUS para uma realidade jurídica atual, dentre muitas por exemplo, propiciando o sócio votar no Presidente da Diretoria Executiva. 

Enfim, não se consegue realmente entender o destino que algumas pessoas querem dar ao nosso JUVENTUS, porém, como Presidente do Conselho, tinha como um dos principais objetivos desta gestão lutar pela apaziguação e pela união do Conselho, pautando minha conduta nestes primeiros meses em busca dessas metas, porém percebo hoje que existe um grupo que não tem interesse que isso aconteça. Prova disso é o comportamento truculento e as provocações que vêm sistematicamente ocorrendo. Deixo claro, todavia, que nossos esforços em busca desse objetivo não esmorecerão.

Um Abraço a todos que realmente amam o Juventus
Mucio Borba
Presidente do Conselho Deliberativo

10 則留言:

匿名 說...

Mucio, a nossa esperança hoje se deposita na boa vontade, no interesse e desejo dos verdadeiros conselheiros juventinos, fazerem as mudanças tão necessárias e importantes para o clube, não queremos ter a frente do clube um Diretor Administrativo que parece mais um jagunço, já na gestão do pequeno Mussolini da mooca ( Raucci ) este sr. acha que tudo se resolve na porrada, precisamos ter no clube acesso a tudo, não ficarmos restritos somente as áreas verdes do clube, vamos acabar com os feudos do Tênis, do futebol e de outros esportes. Não entedemos o porque de se manter um Diretor de futebol fraco, sem iniciativa, imaginação e vontade de trabalhar, além disso queremos saber como estão os processos criminais em relação as antigas administração e como esta a relação Juventus e Prevent, já que circula nas alamedas do clube vários comentários a respeito de verbas de propaganda utilizadas de forma suspeita. Mucio não vamos desistir já que um pequeno grupo de srs do conselho não querem dar exemplos de honestidade, coerência e deixar um legado para seus filhos e netos, vamos fazer nós, se eles cuidam do clube desta forma imagine a educação que eles deram aos filhos. O pior é saber que somos cercados por ladrões de galinha, pé de chinelos, pois os valores que hoje o clube movimenta é tão pequeno em relação a outros clubes e se sujeitar a não poder olhar outros no olho por tão pouco é triste. Muda Juventus, conselheiros mude de atitude, vocês não são eternos.

CALABREZ 說...

É fundamental a aprovação do novo estatuto, e a atual diretoria, está fazendo tudo p/ impedir, não sei porque, fizeram questão de tumultuar mais uma vez a reunião p/ aprovação. mas a nação JUVENTINA é maior que esses aproveitadores e o estatuto vai ser aprovado

匿名 說...

Os dois lados que militam hoje no Juventus tem gente boa. Todos eles têm pessoas querem o bem do Juventus. Mas tem o outro lado. Infelizmente o ser humano é um bicho de cabeça diferente. Alguns esquecem suas origens, esquecem a razão de ser, esquecem o porquê estão ali. Vestem a carapuça e saem defendendo o indefensável, através da violência moral, às vezes com violência física, e até mesmo com armações – e isso já se tornou comum no Juventus.

Qualquer membro desse ou daquele grupo que pratica isso, mesmo que discorde, é parte disso. Qualquer liderança de grupo que admite e apoia que seus pares ofendam seus oponentes através da mentira, canalhice e que praticam essa tentativa de intimidação moral, são cúmplices, coniventes e tão covardes quanto aquele que praticam esse crime. E essa responsabilidade aumenta quando esses colaboradores são membros da diretoria ou aqueles que levaram a diretoria ao poder.

Pegando um gancho das queimas de bandeiras de partidos políticos que aconteceram nessa simbólica marcha de protesto que todo o Brasil viveu durante a semana passada – é quase um pedido: queimem suas bandeiras de grupos políticos. Façam sua militância com senso crítico. Saibam conviver com as diferenças de opiniões. De 2003 até hoje o nosso clube virou uma praça de guerra silenciosa, cheio de vinganças, perseguições, destruição dos oponentes, praticamente adotou o fascismo como bandeira que faz inveja a Mussolini.

Alguns não possuem um pedigree mínimo para fazer parte do grupo de conselheiros. Quando dada a oportunidade de escolher, apoiados nestas canalhices, mentiras, calunias e invenções levaram alguns bons conselheiros a escolher e o fizeram muito mal e as consequências estão ai. Endividado, acéfalo, atualmente sem perspectivas e muito mais.

E o pior é que, mesmo no fundo do poço e com a corda no pescoço, eles não desistem, ainda através dos chamados grupelhos, tentam estragar o que alguns, com muito esforço e dedicação, visualizam uma luz no fim do túnel.

O Juventus é muito forte, mesmo doente, não será essa dúzia de inconsequentes e marinheiros de primeira viagem que irão acabar com ele.

E mais alguns meses e iniciaremos a reconstrução de um gigante adormecido.

Copyright de V.C

匿名 說...

Não conheço pessoalmente o Mucio mas quero cumprimenta-lo por esse texto. Pelo que sei a velha guarda do conselho está com medo de surgirem novos candidatos para as eleições e colocar em risco o dominio de anos desse grupo, que o deixou nessa m.... que está

Ricardo 說...

Guizão, como sócio achei muito importante um pronunciamento do Presidente do Conselho sobre o atual momento do clube. Coloca a gestão atual na parede e clama por uma resposta da mesma. Somente não entendi se o novo estatuto foi ou não aprovado. Por isso tenho algumas dúvidas. Mesmo com a reunião interrompida, foi aprovado o novo estatuto? A maioria dos conselheiros presentes votou? Se o novo estatuto estiver aprovado, qdo entra em vigor? Abs.

Guizão Juventino da Mooca 說...

Ricardo na verdade a reunião foi interrompida e a votação não chegou a acontecer.
Aviso que quem vota dessa vez são os sócios portanto dia 26 as 19h você mesmo pode ir votar nesse para aprovar esse novo estatuto.
Todas as dúvidas serão respondidas no programa Atrás do Gol desta noite que contará com a participação do Múcio.

CALABREZ 說...

IMPORTANTE DEMAIS ESSA PARTICIPAÇÃO DO BLOG, NUM MOMENTO QUE PODE SE TORNAR HISTORICO P/ O JUVENTUS, PARABÉNS

Ricardo 說...

Guizão, que bom essa participação do Mucio no Atrás do Gol!!! Ia te pedir exatamente isso! Você é o cara! Estarei na votação com certeza no dia 26/06 para apoiar o novo estatuto. Como sócio, tenho direito a escolher o presidente do clube ao qual contribuo mensalmente. Força Juve! Abs.

Guizão Juventino da Mooca 說...

Ricardo, a ideia era levar o lado que quer a mudança e também o que não quer mas infelizmente os que votam contra aceitaram participar.

Zuza 說...

Pela informação do site do clube o estatuto foi reorganizado, além das seguintes alterações:

 Separou Estatuto de Regimento Interno;

 Foram reduzidas as Comissões Permanentes, ficando a Fiscal e a Sindicância, ou novas comissões quando o Conselho exigir;

 Criou-se um novo organograma para o clube e para as principais funções serão contratados profissionais;

 Para aumentar o numero de pretendentes interessado em dirigir o clube foi diminuído o tempo exigido de conselheiro, que passa a ser de 12 anos de clube;

 Como manda a Lei Pelé, os associados poderão participar da eleição do Presidente da Diretoria, que ocorrerá em duas etapas. Primeiro serão submetidas ao Conselho Deliberativo e após a Assembléia Geral dos Sócios;

 Uma maior participação dos conselheiros e associados nas decisçoes mais importantes da vida do clube;

 Criaram possibilidades legais para o Clube obter recursos junto as Leis de Incentivo ao Esporte e à Cultura. Hoje estamos impossibilitados devido a inadimplência de tributos;

 O primeiro mandato é de 02 anos e se for bom poderá ficar mais 03 anos.

 Os Presidentes do Conselho e da Diretoria, após o seu último mandato, só poderão candidatar-se a Presidente do Conselho ou da Diretoria após 2 (dois) anos contados da data de encerramento de seu mandato;

 E importante, a próxima eleição já acontece no mês de outubro e desta forma não tem como não preparar um bom orçamento para o ano seguinte.

Bem eu voto pelo sim, não podemos morrer afogados e todos abraçados.